O futuro ao alcance das mãos

Costumo dizer que a geração Y, nascidos ali da década de 80, é uma geração de sorte. Vimos mudanças significativas acontecerem em várias esferas.

Lembro em 2007, quando estava na faculdade morando sozinho e a crise financeira explodiu. Eu assinava o jornal Valor Econômico e duas revistas voltadas para o empreendedorismo e o mercado financeiro. Naquela época, por meses, eram páginas e mais páginas falando sobre esse evento histórico. Apaixonado por economia como sempre fui, guardava todo material impresso que abordava o tema. Para mim, vivíamos algo de importância sem tamanho com consequências inimagináveis. Era a história sendo escrita.

Ver a internet nascer, crises financeiras de impacto global, e presenciar novos mercados surgindo através da revolução tecnológica é algo muito precioso. São paradigmas sendo quebrados a todo instante.

A mudança é constante em uma velocidade cada vez maior. Um exemplo disso é a economia compartilhada, um modelo econômico para o qual caminhamos a passos largos e que tem grande potencial. A intermediação deixará de existir, ou será no mínimo substituída por algo mais inteligente e rápido, mas o fato é que a tecnologia aproxima cada vez mais o elemento final da cadeia produtiva ao produtor.

Eric Schmidt, ex-CEO do google, diz constantemente que o mundo será cada vez mais personalizado. Eletrônicos, imóveis, veículos, sites de compras, serão diferentes para cada pessoa, podendo ser customizados em alto nível. Em seu livro, “A nova era Digital“, Eric fala um pouco sobre o potencial da impressora 3d. Hoje ainda muito cara (mas não esqueçamos da lei de Moore), poderemos ter impressões de produtos em larga escala a nível industrial. Consegue imaginar isso? Você imprimir a decoração da sua casa, sem ter de ir a uma loja e ter de comprar o que está ali exposto.

Tudo rapidamente ao alcance das mãos.

O MIT, Instituo de Tecnologia de Massachusetts, divulgou recentemente sua primeira impressora 3D de vidro transparente, chamada de G3DP (glass 3d print) . Embora a G3PD não construa vidro à partir do zero, ela possibilita criar objetos com um visual bastante interessante.

O vídeo abaixo mostra a G3PD em ação.

 

 

“O futuro já chegou, só não está distribuído por igual” – William Gibson

 

 

Balla

A criatividade se expressa de diversas maneiras, menos na minha bio.